Um lampião que desafia!

Desde da década de 1920, quando a Compagnie Génerale Aéropostale, iniciou sua aventura pelos ares do mundo, numa rota entre Paris e Buenos Aires, o Campeche entrou no mapa das viagens internacionais.  O Capitão Antoine de Saint-Exupéry, conhecido pelos nativos como “Zeperri”, escritor do Pequeno Príncipe e de Vôo Noturno (1931), era um dos pilotos que utilizava a orientação de lampiões a querosene para aterrissar no campo de pouso localizado aos pés da montanha que, por razões obvias, mais tarde ganhou o nome de Morro do Lampião.

Hoje em dia, o lugar é conhecido como o “visual mais lindo do sul de Floripa”. Porém, como tudo na vida tem um custo, chegar lá em cima para ver o todo esplendor, não é bem o que se pode chamar de “moleza”. A trilha, apesar de aberta, visto era uma estrada onde passava carroça e boi, é bem íngreme e exige certa resistência, inclusive dos mais preparados.

Por outro lado, vir à Floripa, ficar hospedado numa pousada linda como a Old Beach, colado à praia do Campeche e não subir o Morro do Lampião, pode ser considerado apenas meia visita. O Morro do Lampião é cercado de verde e beleza a cada metro subido. Ao fundo, como uma premiação por seu esforço, mesmo antes de chegar ao cume, é possível ver as praias do Campeche, Joaquina, Moçambique e Barra da Lagoa, todas contornadas por um mar de azul impressionante.

No alto do morro é que fica ainda melhor

Na Pedra do Urubu o visual é de 360 graus com paisagens impressionantes a cada centímetro que você gira. É possível avistar as montanhas e contorno do continente, as praias do norte e do sul, lagoas, rios e ilhas, numa beleza que certamente vai sugar o resto do folego que sobrou da subida!

Dicas pra quem vai encarrar a subida

  1. Segundo o Google os dias mais movimentados são aos sábados e domingos, principalmente próximo ao meio dia. Então o legal é sair cedo para chegar lá e ter liberdade de conhecer os lugares legais, tirar fotos e curtir o visual.
  2. Leve água e algum tipo de lanche, pois no local não há nenhum, nem outro.
  3. Repelente e boné em dias de sol serão essenciais.
  4. Saindo da Pousada, até o local da subida, pode levar uns 20 minutos. Depois são mais 50 minutos de subida íngreme, por isso uma bota ou um tênis de solado aderente são altamente recomendados.

E então! Topas o desafio de subir o Morro do Lampião?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *